Encontre-nos no G+
Concursos VDA
Vida de Aquarista
Publicidade
Os membros mais ativos do mês

Últimos assuntos
» Vamos trocar idéias !!
por Uátyla 25/5/2018, 22:11

» Ajuda, ovas no aqua!!
por Uátyla 15/3/2018, 21:42

» Novo Projeto
por Altair 15/1/2018, 15:43

» Posso colocar camarão em aquário plantado?
por Uátyla 9/1/2018, 10:25

» Simplesmente incrível
por Altair 15/11/2017, 16:09

» Ficha técnica do Neon.
por Altair 4/10/2017, 16:25

» Misteriosa criatura marinha dá à costa após furacão Harvey
por Altair 14/9/2017, 15:25

» Olha galera que legal um aquário piano!
por Altair 1/9/2017, 15:33

» 480 L Ciclídeos Africanos
por Uátyla 11/8/2017, 00:05

» Já imaginou um lago de carpas na sala de estar?
por Altair 9/8/2017, 15:42

» Olha que legal galera!
por Altair 29/7/2017, 17:25

» Comedor de algas chinês (Gyrinocheilus aymonieri)
por Uátyla 20/7/2017, 23:07

» Cor linda desses Discus
por Altair 10/7/2017, 16:43

» Macho ou fêmea
por SJorge 22/6/2017, 12:25

» Criação de peixe ornamental em Minas Gerais
por Uátyla 21/6/2017, 22:03

Destaque do mês!


Carregando avatar...



Posts:

Membro desde:


Mensagem para o membro:
Parabéns caro membro por está sempre ativo em nosso fórum, você é a prova de que todo o esforço tem resultado. Obrigado por nos ajudar.
Revista Meus Peixes

Assuntos que um aquarista precisa saber

Ir em baixo

Artigo Assuntos que um aquarista precisa saber

Mensagem por Mario Manzo em 1/10/2014, 21:18

O texto é meio longo, mas bem interessante.

Um aquarista que se preze, deve sempre se atualizar lendo sobre novidade que surgem no meio aquarístico. Quem pensa que só saber sobre os peixes, algumas plantas, de ter vários anos de experiência, sabe tudo, está muito enganado. Todos os dias surgem novas espécies, novas técnicas para criação e facilidades que fazem a vida dos peixes e de quem os criam mais fácil. Como aquarista, afirmo que não sei tudo. Mas tudo que sei, procuro somar com novos conceitos e assim poder estar ensinado outras pessoas de uma maneira mais simples.
As dúvidas mais freqüentes no aquarismo são quanto ao pH, temperatura, CO2, que estão se tornando cada vez mais populares entre os criadores de todo o mundo. Mas existem dúvidas que muitos aquaristas têm, mas não acham as informações precisas e acabam ficando frustrados com isso. Aqui vão algumas dicas, que hoje estão sendo mais difundidas.


Porquê peixes amazônicos como o Ramirez, Discos, e alguns tetras principalmente os néons, são frágeis no aquário e requerem mais experiência de quem os cria?

A resposta é simples. Na Bacia amazônica (a maior do mundo), existe uma grande quantidade de ácido tânico (C14 H10 O9) + ácidos húmicos. Estes compostos, derivados de restos vegetais em decomposição, tornam a água ácida (Em algumas regiões o pH chegou a 3,0) e são bacteriostáticos, isto é, esses ácidos controlam a população de bactérias, impedido que se reproduzam em demasia e assim atrapalhando o equilíbrio biológico. Nota-se que a maioria das bactérias, não vivem bem em ambientes ácidos e então podemos dizer que a água é quase estéril para a proliferação de bactérias. Para os peixes que vivem lá isso é ótimo, pois fungos e bactérias não atacam seus ovos fazendo com que a maioria vingue. Um outro fator, é que como a população de bactérias patogênicas não é muito extensa, os peixes ficam sem imunidade, pois não são atacados por bactérias com freqüência. Já nos aquários, onde a população de bactérias, inclusive as patogênicas é crescente, peixes como Discos e néons não têm imunidade suficiente para combatê-las, e adoecendo com mais freqüência. Por isso, a maioria dos aquaristas afirmam que esses peixes são frágeis para quem ainda não sabe controlar os fatores químicos e biológicos dos aquários. O que deve ser feito para que esses peixes se sintam bem, é tentar reproduzir ao máximo o habitat natural dessas espécies, como em vez de filtro biológico, colocar solo fértil feito de laterita + húmus de minhoca tratado + areia e plantado bem o aquário e ainda usando um filtro externo para que o processo de filtração seja eficiente. Pronto o aquário terá pH ácido naturalmente e espécies consideradas frágeis terão uma adaptação melhor.


É verdade que não devemos misturar peixes que vivem em águas onde o pH é acido, com peixes que vivem em águas onde o pH é alcalino?

Em suma é verdade. Geralmente são incompatíveis e têm hábitos diferentes e ainda tem o fator da agressividade, onde nota-se que a maioria das espécies que vivem em meio alcalino são mordiscadores ou agressivos, mas não é bem assim. Uma feliz exceção é a família dos poecilídeos. Deve-se, porém evitar essa mistura até para a saúde dos peixes e de todo o corpo aquático.


É verdade que hoje já existem vacinas para peixes?

Sim, hoje no mercado já existem as famosas vacinas para peixes, mas infelizmente aqui no Brasil não são facilmente encontradas. E tem se conhecimento de duas. A injetável (injeção), feita exclusivamente para peixes de médio e grande porte. A vacina nesse caso é injetada numa cavidade “oca” existente no abdômen dos peixes. Pesquisadores afirmam que a imunização é definitiva.
Existe ainda a concentração (coquetel) de remédios, onde os peixes são submetidos a um tratamento com remédios super concentrados e que foi peita para todos os tipos e tamanhos de peixes. Ainda não é um meio eficaz, pelo fato de algumas espécies se intoxicarem com algumas substâncias, e peixes muito pequenos ficariam estressados e a maioria morreria.


Porquê o tubifex não pode ser administrado muitas vezes aos peixes?

O tubifex, além de ser um alimento protéico, é muito gorduroso e muitas vezes são coletadas em lugares onde as condições são muito precárias e os agentes patogênicos estão em alta.
A gordura pode se instalar nos órgãos de reprodução dos peixes e retardando seu metabolismo e muitas vezes levando o animal à morte. Portanto, 2 ou 3 vezes por semana já é mais que suficiente para o tubifex ser administrado aos peixes. Para quem não sabe, o tubifex nada mais é que pequenas minhoquinhas, geralmente coletadas em águas estagnadas, terras ricas em húmus e charcos.


Porquê devemos começar sempre com aquários grandes?

A biologia dos aquários é formada de forma muito lenta e em aquários muito pequenos, exige-se um controle maior de substâncias como amônia, Co2, nitritos e nitratos, que se formam muito rapidamente em conseqüência do metabolismo acelerado dos peixes.
Em aquários grandes porem isso demora mais a acontecer e dá tempo de as bactérias nitrificantes (decompositoras), se formarem atuando ativamente na filtração.


Por que é aconselhável usar sempre cascalho de cor escura e arredondada?

Devemos ter em mente que os peixes em seu habitat natural, nem sempre vivem em meio a cascalhos e em lugares onde o movimento de pessoas é grande. Peixes são animais que se assustam com muita freqüência, e qualquer movimento brusco já é o suficiente para que saltem à superfície ou se debatam nas pedras. Por isso o cascalho neutro e arredondado, evita que o peixe se machuque em algum momento de sensibilidade e um solo, o mais macio possível (os solos férteis, por exemplo), é melhor para os peixes. Pedrinhas coloridas também não são aconselhadas, pois com o tempo a tinta vai saindo e alguns peixes podem se intoxicar. Às vezes um peixe morre, mas ele está com suas cores brilhantes e o corpo está intacto, pode ser um sinal de intoxicação, é sempre bom o aquarista ficar alerta com esses fatores mesmo que ache um aquário com pedrinhas coloridas bonito.


Posso usar enfeites e plantas artificiais?

Sim, mas devemos tomar cuidado com os exageros, pois esses produtos são feitos com um material mais ou menos rígido, principalmente as plantas artificiais. Cuidado, esses produtos podem arranhar os peixes. Enfeites que soltam bolhas (aqueles movidos a aerador), também não são muito recomendáveis, pois podem assustar os peixes, principalmente durante a noite.


Com que freqüência podemos redecorar nosso aquário?

Procure mexer o menos possível nele. Saiba que nossas mãos possuem bactérias que muitas vezes podem ser nocivas aos peixes. Já houve casos em que peixes que estavam bem morreram sem nenhum motivo aparente, ou apareceram com mucosidades na pele do nada, tudo por que o aquarista ficava colocando a mão com muita freqüência dentro do aquário e às vezes nem se dá conta disso. Devemos apenas fazer as trocas parciais da água semanalmente e sifonar detritos acumulados no substrato.


Posso usar produtos de limpeza para limpar meus aquários?

Em hipótese alguma, jamais devemos fazer isso, pois sempre ficam resíduos desses produtos e que com certeza intoxicam e matam os peixes. Use apenas uma espoja de lavar louça e que você separou exclusivamente para esse fim, assim com baldes e acessórios de armazenamentos que devem ser exclusivos para esse fim. Palha de aço, nem pensar, pois além de grudarem nos cantos do aquário, enferrujam-se rapidamente intoxicando a água, os peixes e as plantas.


Eu sou fumante, será que a fumaça pode prejudicar meus peixes?

Sim, se for fumar, afaste-se consideravelmente de seu aquário, pois se a fumaça já faz mal para nós próprios imagina para os peixes que são animais menores.


É verdade que ampulárias (caramujos) podem trazer doenças para nossos aquários?

Na realidade não, evite apenas que se reproduzam com freqüência, pois alguns podem atacar as plantas e você não conseguirá fazer o controle de natalidade. As ampulárias são muito úteis e nos auxiliam na limpeza dos aquários, se alimentando de restos de comida e algas que ficam nos vidros do aquário.


Não disponho de remédios para tratar meus peixes, o que devo fazer?

Saiba que o sal de cozinha (NaCl) e o bicarbonato de sódio (NaHCO3), funcionam com remédios naturais, quando usados com moderação. Você também poderá usar mercúrio cromo no local afetado com a ajuda de um cotonete. O melhor remédio para um peixe que está começando a ficar doente é alimentação (existem rações que em sua composição tem remédios próprios para peixes doentes) e a temperatura estável, pois os agentes patogênicos adoram quedas bruscas na temperatura.


Tenho peixes que vivem em pH ácido, mas a água de meu aquário está alcalina como devo proceder?

Se o peixe está bem, não tem os olhos opacos e nem escamas eriçadas ou com um brilho fraco não se preocupe, pois os peixes podem se adaptar a um pH diferente do seu habitual. Se quiser fazer alterações para se sentir menos preocupado, faça com a ajuda de um acidificante, usado sempre gradativamente e tomando cuidado com as mudanças químicas muito bruscas.


Preciso viajar, mas quem cuidará dos peixes?

Não se preocupe, pois nas lojas de aquarismo sempre têm alimentos de férias, que você poderá deixar no aquário dependendo do tanto de dias em que você ficar fora.


Por quê geralmente usa-se um isopor debaixo dos aquários?

Como esclarecido anteriormente, peixes são animais que se assustam facilmente e até mesmo passos durante o ato de caminhar podem ser sentidos pelos peixes dentro do aquário. O isopor isola essas ondas sonoras e mecânicas, evitando assim o stress com que os peixes são submetidos.


O isopor usado entre o vidro do aquário e o rodapé/móvel alem de absorver impactos, diminuindo o stress dos peixes, também absorve a força peso (lembram das aulas de física?) resultante do cascalho + decoração + plantas + peixes + água, que pode fazer com que o vidro trinque ou quebre em qualquer desnível do móvel.

Outra coisa é a medicação: Existem remédios usados por humanos que podem ser ministrados com sucesso para os peixes, desde que em quarentenas, mas antes de usá-los consulte sempre um aquarísta mais experiente que já tenha feito uso e que saiba as dosagens corretas.


Por enquanto, estas informações são as que mais aparecem no meio aquarístico, mas com certeza ainda há muito mais coisa por vir.


Autor: Léo Martins


A Moderação Aconselham que


 
Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Seja sempre ativo no fórum.
Faça sua Apresentação [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Poste seu Setup[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...






avatar
Mario Manzo
Coordenador
Coordenador

Mensagens Mensagens : 1022
Pontos Pontos : 1333
Reputação Reputação : 83
Data de inscrição Data de inscrição : 27/03/2013
Idade Idade : 39
Localização Localização : Mogi Mirim- SP
Masculino
Atrapalhado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Assuntos que um aquarista precisa saber

Mensagem por Uátyla em 2/10/2014, 09:03

Muito bacana...
Não sabia essa de quem fumava perto de aquário os peixes sentiam, ainda bem que nunca fumei e aqui na minha casa ninguém fuma. O isopor também fiquei mais esclarecido, achava que o isopor era para evitar que o vidro do fundo trincasse.
Obrigado por compartilhar, deu para esclarecer as ideias.


A Moderação Aconselham que


 
Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Seja sempre ativo no fórum.
Faça sua Apresentação [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Poste seu Setup[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...





avatar
Uátyla
Idealizador
Idealizador

Mensagens Mensagens : 3089
Pontos Pontos : 4897
Reputação Reputação : 186
Data de inscrição Data de inscrição : 24/03/2013
Idade Idade : 27
Localização Localização : São Paulo - SP
Masculino
Alegre


http://www.vidadeaquarista.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Assuntos que um aquarista precisa saber

Mensagem por Altair em 2/10/2014, 16:00

Bela matéria tem muita coisa boa e esclarecedora parabéns...


A Moderação Aconselham que

       
Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Seja sempre ativo no fórum.
Faça sua Apresentação [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Poste seu Setup[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...
avatar
Altair
Amigo VDA.
Amigo VDA.

Mensagens Mensagens : 702
Pontos Pontos : 969
Reputação Reputação : 19
Data de inscrição Data de inscrição : 26/03/2013
Idade Idade : 51
Localização Localização : são paulo
Masculino
Alegre


Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Assuntos que um aquarista precisa saber

Mensagem por Adilson em 2/10/2014, 21:18

Belo artigo.
Sobre as pedras pintadas é um assunto duvidoso, pois meu pai trabalhou em uma industria de produtos para aquários e ele sempre me disse que as tintas usadas são atóxicas, não oferecendo riscos aos peixes, não gosto destas pedras, mas de ser tóxicas é incerto, apesar de eu preferir achar que são rsrsrs.

Quanto as buchas de lavar louça, também deve-se tomar o cuidado de usar sem proteção anti-bacteriana, usem sempre neutra.

Agora esta parte dos peixes amazônicos é muito completa mesmo, vivendo e aprendendo.


A Moderação Aconselham que


 
Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Seja sempre ativo no fórum.
Faça sua Apresentação [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Poste seu Setup[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...




avatar
Adilson
Coordenador
Coordenador

Mensagens Mensagens : 439
Pontos Pontos : 501
Reputação Reputação : 31
Data de inscrição Data de inscrição : 24/03/2013
Idade Idade : 42
Localização Localização : Diadema
Masculino
Alegre


Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Assuntos que um aquarista precisa saber

Mensagem por Viniliff em 3/10/2014, 09:20

Realmente, um artigo muito interessante!
avatar
Viniliff
vip
vip

Mensagens Mensagens : 66
Pontos Pontos : 70
Reputação Reputação : 0
Data de inscrição Data de inscrição : 23/08/2014
Idade Idade : 17
Localização Localização : SP - Brasil
Masculino
Atrapalhado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Assuntos que um aquarista precisa saber

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MensagensUsuários registradosÉ o novo membro