Encontre-nos no G+
Concursos VDA
Vida de Aquarista
Publicidade
Os membros mais ativos do mês

Últimos assuntos
» O sonho de consumo de todo aquarista
por Altair 4/10/2018, 15:56

» Duvida sobre montagem de Aquário
por Altair 4/10/2018, 15:41

» Substrato Areia Black Blue
por Uátyla 23/7/2018, 14:45

» Utilização Zeolita
por Uátyla 18/7/2018, 17:20

» Vamos trocar idéias !!
por Uátyla 25/5/2018, 22:11

» Ajuda, ovas no aqua!!
por Uátyla 15/3/2018, 21:42

» Novo Projeto
por Altair 15/1/2018, 15:43

» Posso colocar camarão em aquário plantado?
por Uátyla 9/1/2018, 10:25

» Simplesmente incrível
por Altair 15/11/2017, 16:09

» Ficha técnica do Neon.
por Altair 4/10/2017, 16:25

» Misteriosa criatura marinha dá à costa após furacão Harvey
por Altair 14/9/2017, 15:25

» Olha galera que legal um aquário piano!
por Altair 1/9/2017, 15:33

» 480 L Ciclídeos Africanos
por Uátyla 11/8/2017, 00:05

» Já imaginou um lago de carpas na sala de estar?
por Altair 9/8/2017, 15:42

» Olha que legal galera!
por Altair 29/7/2017, 17:25

Destaque do mês!


Carregando avatar...



Posts:

Membro desde:


Mensagem para o membro:
Parabéns caro membro por está sempre ativo em nosso fórum, você é a prova de que todo o esforço tem resultado. Obrigado por nos ajudar.
Revista Meus Peixes

Reprodução - Acará Bandeira

Ir em baixo

Artigo Reprodução - Acará Bandeira

Mensagem por Uátyla em 2/5/2014, 12:43

Olá senhores!
Segue uma matéria que pode ajudar muito, os iniciantes com a reprodução de Acará Bandeiras, essa matéria foi retirada do site AquaBR os direitos estão reservados a mesma.

Quem não se pegou observando um aquário de acará bandeira, observando seu nado como se estivessem pairando na água do aquário?
De fato, para os aquaristas, o acará-bandeira é um dos mais populares peixes de água doce do mundo. Pertencem ao gênero Pterophylum, foi descrito por Heckel em 1840. Hoje podemos encontrar mais de trinta variedades de acará bandeira, que vão desde o negro ao albino.
O acará-bandeira pode ser considerado um peixe relativamente grande. É um peixe resistente e não é muito exigente com a qualidade da água, sendo assim indicado para iniciantes do aquarismo. É um peixe que se reproduz com certa facilidade em aquários, bastando seguir alguns parâmetros essenciais como temperatura e pH da água do aquário. Devido a falta de conhecimento dos cuidados necessários, torna-se raro o crescimento completo do bandeira, que pode viver por anos e anos.

Formação de casais
Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_01

Devemos adquirir jovens de 3 a 5 cm de comprimento, pois estes logo começarão a formar casais. O dimorfismo desta espécie é um tanto o quanto subjetiva e pode ser facilmente encontrada na internet, porém estas regras nem sempre são válidas.
O bandeira prefere aquário alto, que facilita o bom desenvolvimento de suas nadadeiras, por isso coloque de preferência em um aquário de aproximadamente 100 litros de formato retangular com as seguintes dimensões 70 x 45 x 35 cm (comprimento, altura, profundidade), seis peixes colocados ao acaso, para que eles mesmos identifiquem-se e selecionem seu par. Afinal, você não gostaria de que escolhessem uma esposa para você ou vice-versa.
Os bandeiras saudáveis, atingem a maturidade sexual entre oito a 12 meses. Uma vez formado o casal, que é muito fácil identificar, pois o casal vai estar de um lado do aquário e todos os outros do outro lado, sendo que o casal defende ferozmente o seu local escolhido para desovar. Deve somente transportá-los para o aquário de reprodução já previamente preparado e estabilizado.

Setup do aquário
de reprodução
Particularmente eu gosto de utilizar aquários de 64 litros com as seguintes medidas: 40 x 40 x 40 cm (comprimento, altura, profundidade) e é de consenso comum que os bandeiras preferem aquários mais altos, sem nenhuma plantas ou substrato, só um filtro de esponja e uma placa de ardósia como substrato para desova.
É um peixe muito tolerante com a qualidade da água. Não é exigente com relação a dureza da água, sua reprodução inclusive, é obtida com sucesso em vários níveis de dureza. Ele é por natureza originário de água mole e pH baixo (6,5) livre de amônia, mas recomendo trabalhar com adaptação em água da torneira, que possui pH neutro e dureza mediana que para quem mora na cidade facilita o manejo de água. Eu não utilizo anticloro, retiro a água pelo menos 24 horas antes e coloco uma aeração com compressor introduzindo uma pedra porosa na água para volatizar o cloro.

Condições para a desova:
Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_02
Uma vez separado o casal iniciamos o manejo para induzir a reprodução. Forneça ração específica para ciclídeos alternando com ração de espirulina, no entanto, ser cauteloso na superalimentação, o que é evidenciado pela presença constante de restos de comida no aquário, quando isso ocorre, é necessário então sifonar rapidamente as sobras. Como complemento alimentar oferecer duas vezes por semana um alimento vivo,  larvas de mosquito, dáfnia, artémia, etc.
A temperatura deve ser mantida entre 26º a 28°C. Faça trocas parciais de água frequente, a fim de manter-se o nível de amônia e dureza baixos. Eles adoram esta trocas de água que estimulam o acasalamento e desova.

Desova e Fertilização
Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_03
Com as condições favoráveis ​​você vai começar a ver o casal limpando o local da desova. O peixe pode escolher ou rejeitar a peça de ardósia. Os ovos serão depositados na chapa de desova onde a fêmea vai depositando os óvulos e o macho vai pareado a fertilizar os ovos. Os ovos, que não forem fertilizados ficarão brancos dentro de 24 horas e os pais vão comê-los para que não funguem e contaminem os ovos embrionados.

Cuidados com os ovos e larvas
Caso os pais não se sintam seguros ou estressados, podem alimentar-se dos ovos. Nesse caso, é possível transferir a desova para uma bandeja de incubação retirando a placa de desova rapidamente, pois os ovos podem gorar por falta de água. 
É aconselhável encher o tanque com água do aquário de reprodução, acrescentar uma gota de azul de metileno a 2% para cada cinco litros de água e colocar uma aeração de modo que provoque uma circulação de água em torno dos ovos sem provocar muita agitação, pois a turbulência pode ocasionar o entortamento da coluna nas larvas.
Porém, se os pais cuidam normalmente da desova, é indicado deixá-los junto das larvas para que cuidem até que elas comecem a nadar livremente no aquário. Os pais costumam trocar as larvas de lugar, limpando previamente o local como medida de higiene da prole, evitando que as mesmas fiquem fungadas.
 
Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_04Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_05

Os óvulos fertilizados eclodem após 48 horas e as larvas ficam grudadas na placa como se estivessem colados por um muco, nesse momento poderá vê-las com sacos de vitelíneos grudadas ao local da desova. Após mais 3 dias, eles desenvolvem os olhos, absorvem o saco vitelínico e começam a nadar livremente.
Neste momento você pode sifonar as larvas para uma bacia, tomando o cuidado para que o desnível de sifonamento não seja muito elevado, para evitar entortamento de coluna devido ao turbilhonamento. Mudar a água regularmente e alimentá-los com artémia recém eclodida (nauplio), pelo menos três vezes ao dia, procurando evitar que ele fique de barriga vazia, pois quando a barriga fica vazia a larva não tem reservas e morre. A figura abaixo mostra uma larva de barriga cheia e uma com a barriga quase vazia. 
 
Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_06
 
Você deve manter o tanque limpo, removendo as larvas mortas e restos de comida depois de meia hora após cada fornecimento de náuplio de artêmia. Sempre mantendo as larvas de barriga cheia, tornando assim os animais sadios e evitando mortalidades.
A partir do décimo dia devemos começar a fazer a adaptação das larvas com a ração, substituindo a primeira refeição do dia por ração em pó durante uma semana, depois duas refeições por mais uma semana e a partir da terceira semana entrar com o náuplio de artêmia como petisco todos os dias.
Você pode transferir estes jovens para um aquário com outros peixes, apenas quando o primeiro atingir pelo menos dois meses de idade.
Desejo sucesso na sua tentativa e que se divirta vendo estas maravilhas crescerem.
Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_07Reprodução - Acará Bandeira Acara_bandeira_08

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Uátyla em 10/8/2016, 15:36, editado 2 vez(es)


Reprodução - Acará Bandeira 11A Moderação Aconselham que


 
Reprodução - Acará Bandeira Seta Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Reprodução - Acará Bandeira Seta Seja sempre ativo no fórum.
Reprodução - Acará Bandeira Seta Faça sua Apresentação [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Reprodução - Acará Bandeira Seta Poste seu Setup[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Reprodução - Acará Bandeira Seta Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...





Reprodução - Acará Bandeira ZbsRs34
Uátyla
Uátyla
Idealizador
Idealizador

Mensagens Mensagens : 3092
Pontos Pontos : 4903
Reputação Reputação : 189
Data de inscrição Data de inscrição : 24/03/2013
Idade Idade : 28
Localização Localização : São Paulo - SP
Masculino
Alegre


http://www.vidadeaquarista.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução - Acará Bandeira

Mensagem por Raquel F em 2/5/2014, 23:48

Ótimo artigo, já tive filhotes de bandeiras antes, mas na época era somente um casal no aquário e eles cuidaram dos filhotes até eles ficarem grandes.
Agora vou tentar a reprodução no comunitário creio que não seja efetivo visto que não pretendo mover os peixes do principal para outro aqua e nem separar as crias ou os ovos para outro aqua.

Reparei que o dimorfismo dos bandeiras não é difícil de observar os machos geralmente são maiores e tem uma protuberância na testa no formato arredondado, possui a barriga levemente inchada na época reprodutiva e ocasionalmente eles tem uma liberação de espermatozoides quando ele está perto da fêmea ou após se alimentar , as fêmeas tem a testa lisa e quando adultas a barriga fica maior, o oviduto aparece e quando observadas de perto é possível ver duas cavidades distintas uma que seria o anus e a outra o oviduto. Uma das minhas fêmeas fez postura no chão do aqua talvez por inexperiência eram muitos ovos, mas foram abandonados, daqui uns 10 dias elas devem estar prontas de novo devido a temperatura de água.
Raquel F
Raquel F
Novato
Novato

Mensagens Mensagens : 36
Pontos Pontos : 46
Reputação Reputação : 0
Data de inscrição Data de inscrição : 22/10/2013
Idade Idade : 31
Localização Localização : RS
Feminino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução - Acará Bandeira

Mensagem por Deia.Horton em 10/8/2016, 01:12

Excelente artigo. Super bem explicado. Ja salvei como favoritos. :)


:)
Deia.Horton
Deia.Horton
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 3
Pontos Pontos : 6
Reputação Reputação : 1
Data de inscrição Data de inscrição : 17/05/2016
Idade Idade : 31
Localização Localização : Sault Ste Marie- Ontario
Feminino
Relaxado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução - Acará Bandeira

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MensagensUsuários registradosÉ o novo membro